Deu na capa do UOL hoje: cama compartilhada divide opiniões — e o pediatra Carlos González defende a prática!

Essa discussão é antiga já: é seguro o bebê dormir na cama com os pais? Pediatras que seguem uma linha mais amorosa e respeitosa no trato com as famílias já perceberam que a prática de dormir com o bebê tem aumentado (ou aparecido mais nas falas dos consultórios), e isso ocorre por um motivo muito fácil de compreender: fazer assim é um anseio muito natural para os pais, é um movimento instintivo mesmo. Que mãe não se sente mais segura tendo seu bebê dormindo ao alcance de seus olhos e ouvidos, de suas mãos, de seu toque, e ainda facilitando o processo de amamentar à noite?

O pediatra Carlos González trata longamente desse assunto no seu livro “Bésame mucho”, tecendo relações, mostrando argumentos, citando estudos, apontando incongruências nas diversas teorias malucas de que bebês *precisam* dormir a noite toda sozinhas.

A matéria do UOL ouviu o pediatra paulista Carlos Eduardo Correa e outros profissionais, com opiniões a favor e contra. Como disse um internauta nos comentários, opinião todo mundo tem a sua; para decidir com segurança, seria bom se respaldar em argumentos sólidos e pesquisas isentas de interesses — e respeitar seu próprio feeling, acrescentamos nós!
Leia a matéria completa clicando aqui.

Adicionar Comentário

Seus e-mail não será publicado. Campos requeridos marcados com *