Este livro é pra quem é e vai ser mãe. Pra quem é e vai ser pai. Seja lá qual for o seu papel nessa aldeia tão fundamental para educar uma criança, o livro é pra quem quer aprender ainda mais sobre a importância do vínculo, da presença e das boas memórias nos primeiros 1001 dias de vida de um bebê.

“Escrever as cartas para Nina foi um exercício de muita entrega. Eu acompanhei as noites em claro da Renata tentando expressar em palavras tudo aquilo que estávamos vivendo. Acompanhei também muitas noites em claro das experiências difíceis que serviram de matéria-prima para essas cartas. E claro, vivi inúmeras experiências incríveis e únicas que ter um filho nos presenteia (me desculpem o clichê). Quem é que nunca planejou fazer mil declarações de amor? E quem é que as fez de fato? Eu só consigo enxergar essa compilação de cartas para a Nina como uma grande e linda declaração de amor. Um álbum de fotografias desses 1001 primeiros dias de vida, incluindo parte da gravidez, feito pela ótica singular da Renata. Um legado cheio de amor e realidade que a Nina vai poder carregar consigo para relembrar de onde veio.

– Vinícius Maltarollo, pai da Nina.

Renata Magliocca

Meio paulista e meio mineira, psicóloga, contadora de histórias, resolveu escrever cartas durante os primeiros 1000 dias de vida de sua filha Nina, como forma de refletir sobre maternidade, amor, vínculo, memórias.

Especificações

Quantidade de páginas: 88
Edição: 1
Formato: 20×20 cm
Autora: Renata Magliocca
ISBN: 978-85-69404-06-4