DESTAQUES

Newsletter

Receba nossos conteúdos por e-mail

SOBRE NÓS

byana_mar2019-145

Bem no meio do peito, atrás do osso onde a gente toca quando diz “eu”, fica uma pequena glândula chamada timo, que produz os linfócitos T, essenciais ao nosso sistema imunológico. Pesquisas indicam que ela está ligada aos sentidos, à consciência e à linguagem.

A palavra vem do grego thymos, que significa energia vital. Para Platão, thymos é a parte da alma que denota o orgulho, a indignação, a vergonha e a necessidade de reconhecimento.A Editora Timo tem como energia vital os direitos humanos, sexuais e reprodutivos, a saúde, a mulher, a criança. A amamentação. A igualdade de raça e gênero. A defesa das minorias. A informação isenta. A independência. A cultura. A autonomia. Com arte e design.Ela nasce com o objetivo de publicar, no sentido de tornar público, obras que imprimam esses valores e tragam à sociedade alguns debates com pouco espaço no mundo contemporâneo.

FOTO: Lela Beltrão

BLOG

ClubHouse e o FoMO da vida real

A rede social ClubHouse recentemente chegou ao Brasil e já criou um clima de

“A gastona da educação financeira”

Gastona. Era esse o meu apelido quando criança. Palavra repetida inúmeras vezes, em especial

Nota ACPAM sobre a situação atual das vacinas e da amamentação e gravidez

Compartilhamos aqui a íntegra da nota da ACPAM (Associação Catalã Pró-aleitamento Materno), presidida pelo

Pandemia, coronavírus e coragem: relato do Mães na Quarentena

Estamos no começo do ano, tradicionalmente um período que pensamos nas nossas metas, revemos

A fotografia e a arte

Quando a fotografia vira arte? É o resultado do julgamento de terceiros? É o

Alergias alimentares na infância

Nesse mês, tenho falado sobre alergias alimentares entre bebês por ser uma demanda recorrente

Bom ano, boa vida: como lidar com o processo do divórcio

Mais um ano se inicia e, com ele, mais sonhos e planos querem sair

Telas, vamos ser sinceras

Nossa conversa hoje é para acalmar o coração das mães. Deixe a culpa de

A cor da virada é verde: liberdade!

No último Réveillon você colocou a roupa branca – ou amarela, ou rosa, ou