Blog Post

Alergias alimentares na infância

Nesse mês, tenho falado sobre alergias alimentares entre bebês por ser uma demanda recorrente nos atendimentos que faço e, também, porque é um tema que gera muitas dúvidas nas famílias e até mesmo entre os profissionais da saúde.

Você sabia que cerca de 6% das crianças nos 3 primeiros anos de vida apresentam algum tipo de alergia alimentar? Parece pouco, mas para termos esse número, outras tantas apresentaram alguma suspeita, que tende a aparecer logo nos primeiros meses de vida.

A alergia à proteína do leite, ou a APLV, é a mais comum, mas identificamos outros alérgenos, como a soja, o ovo, as castanhas, o amendoim, os peixes, os crustáceos, o trigo e outros tantos alimentos. As reações alérgicas são diversas, passando por manifestações na pele, no sistema respiratório, gastrintestinal ou até cardiovascular. Elas podem ser imediatas ou levar vários dias para aparecerem, dificultando o diagnóstico.

Em geral, é importante que, ao identificarmos qualquer sintoma ou mudança no perfil da criança, isso precisa ser levado ao médico. Quando o bebê é pequeno, observamos, por exemplo, alterações nas fezes (como a presença de sangue), oscilações importantes no padrão de ganho de peso e crescimento, ou um bebê incomodado durante as mamadas. Quando há a suspeita de alergia, a confirmação acontece, normalmente, sem exames bioquímicos. O profissional tentará identificar o alérgeno que, como primeiro passo, precisará ser excluído do contato com o bebê. Para quem mama no peito, a mãe precisará fazer a dieta restritiva, pois o bebê pode reagir a partir da presença de algumas proteínas que chegaram ao leite materno por meio da alimentação da mãe. Para a mulher, pode ser desafiador fazer a dieta restritiva, mas, para o bebê, continuar recebendo o leite materno é a melhor forma de cuidado que poderá receber, já que ele atua positivamente na imunidade da criança. Caso ele receba fórmula, ela será trocada imediatamente pelo médico. Depois, precisamos observar se os sintomas do bebê regridem a partir das mudanças alimentares dentro de 4 a 8 semanas. Se isso aconteceu, geralmente, é realizada a reintrodução do alérgeno para confirmar se os sintomas retornam e, então, temos a alergia confirmada.

Os cuidados com a alimentação são fundamentais para criança alérgica. As famílias viram habilidosas leitoras de rótulos e, além daquilo que será feito em casa, elas precisam ficar atentas especialmente quando a alimentação é externa, pois não sabemos como os alimentos foram preparados e quais ingredientes foram usados. E, sim, qualquer mínimo contato pode ser suficiente para desencadear uma nova reação na criança. Não tem essa de “só um pedacinho não faz mal”.

Parece complexo demais? Pode ser, especialmente no início! Mas a boa notícia é que a maioria dessas alergias se reverte nos primeiros anos de vida e a criança poderá ter uma alimentação sem restrições. Durante o período em que a família conviver com a alergia, o apoio de um nutricionista pode ser útil, não somente para auxiliar a mantê-la sem contato com os alérgenos, mas para avaliar se algum nutriente faltará à criança ou à mãe que amamenta e para auxiliar nas dificuldades relacionadas à seleção e preparo dos alimentos, ajudando, assim, a pensar em alternativas saudáveis e saborosas para a família passar por esse período de forma mais fácil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias Relacionadas

ClubHouse e o FoMO da vida real

A rede social ClubHouse recentemente chegou ao Brasil e já criou um clima de

“A gastona da educação financeira”

Gastona. Era esse o meu apelido quando criança. Palavra repetida inúmeras vezes, em especial

Nota ACPAM sobre a situação atual das vacinas e da amamentação e gravidez

Compartilhamos aqui a íntegra da nota da ACPAM (Associação Catalã Pró-aleitamento Materno), presidida pelo

Pandemia, coronavírus e coragem: relato do Mães na Quarentena

Estamos no começo do ano, tradicionalmente um período que pensamos nas nossas metas, revemos

A fotografia e a arte

Quando a fotografia vira arte? É o resultado do julgamento de terceiros? É o

Bom ano, boa vida: como lidar com o processo do divórcio

Mais um ano se inicia e, com ele, mais sonhos e planos querem sair

Telas, vamos ser sinceras

Nossa conversa hoje é para acalmar o coração das mães. Deixe a culpa de

Natal e fotografia de parto: como será que foi o parto de Maria de Nazaré?

Quando a gente fala em fotografar o parto muita gente acha estranho. Até eu,

Como aliar o período das festas com a alimentação saudável das crianças

Mesmo em um momento inédito devido à pandemia, a maioria das famílias terá mudanças

Não há ordem de alimentos para seu filho comer bem com BLW

Chegou a introdução alimentar e começam as orientações de dieta infantil, assim como determinações

Quando criança, você tinha uma brincadeira predileta?

Outro dia, uma mãe me disse que, com a pandemia e a convivência extrema

Por que devemos repensar nossos objetivos quanto à alimentação dos bebês?

Pensei bastante o que traria nesse primeiro texto e achei mais do que oportuno

Black Friday na Editora Timo: no mês do nosso aniversário, vamos de best friday!

Leitores da Editora Timo, em nosso mês de aniversário também acontece a Black Friday

Fotografia de parto: registro potente para a transformação. Mas, vamos falar de empatia?

Uma boa foto é aquela que não precisa de legenda. Ouvi essa frase há

Sal é ruim para bebês? Posso colocar sal na comida do meu filho?

O sal é um alimento consagrado como essencial na culinária popular e familiar brasileira.

Bate-papo com a autora da Editora Timo: Alessandra Gaidargi

  “A maternidade além de ser importante é solução. Ela não é problema. Sem a

Amamentação: encaixe entre mãe e bebê e ajuste de pega para o fluir do aleitamento 

Amamentar é direito de toda mulher e de todo bebê. Partindo desse princípio, do

Baby-Led Weaning, o livro: 5 benefícios do BLW para bebês

Se você ainda desconfia ou está em dúvida se o método de introdução alimentar

Introdução alimentar de bebês e BLW: contamos na íntegra a história do Baby-led Weaning

História boa vocês já sabem, a gente gosta e gosta muito! Por isso, compartilhamos

Precisamos conversar sobre o choro do bebê

Em Presente para a Vida Toda, você lerá “Nós, adultos, também choramos, quando temos

Agosto Dourado, SMAM 2020 e uma reflexão de Carlos González

Primeiro de Agosto de 2020: começou o Agosto Dourado e a Semana Mundial de

Roda de conversa #MãesNaLivraria – Edição JUNHO/18

Na quarta-feira, dia 13, aconteceu a segunda edição da roda de conversa #MãesNaLivraria, na

Páscoa, os doces e as Crianças

Páscoa é uma data comemorativa, onde o foco principal deveria ser a mensagem de