Blog Post

Deu na capa do UOL hoje: cama compartilhada divide opiniões — e o pediatra Carlos González defende a prática!

Essa discussão é antiga já: é seguro o bebê dormir na cama com os pais? Pediatras que seguem uma linha mais amorosa e respeitosa no trato com as famílias já perceberam que a prática de dormir com o bebê tem aumentado (ou aparecido mais nas falas dos consultórios), e isso ocorre por um motivo muito fácil de compreender: fazer assim é um anseio muito natural para os pais, é um movimento instintivo mesmo. Que mãe não se sente mais segura tendo seu bebê dormindo ao alcance de seus olhos e ouvidos, de suas mãos, de seu toque, e ainda facilitando o processo de amamentar à noite?

O pediatra Carlos González trata longamente desse assunto no seu livro “Bésame mucho”, tecendo relações, mostrando argumentos, citando estudos, apontando incongruências nas diversas teorias malucas de que bebês *precisam* dormir a noite toda sozinhas.

A matéria do UOL ouviu o pediatra paulista Carlos Eduardo Correa e outros profissionais, com opiniões a favor e contra. Como disse um internauta nos comentários, opinião todo mundo tem a sua; para decidir com segurança, seria bom se respaldar em argumentos sólidos e pesquisas isentas de interesses — e respeitar seu próprio feeling, acrescentamos nós!
Leia a matéria completa clicando aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias Relacionadas

Black Friday na Editora Timo: no mês do nosso aniversário, vamos de best friday!

Leitores da Editora Timo, em nosso mês de aniversário também acontece a Black Friday

Amamentação: encaixe entre mãe e bebê e ajuste de pega para o fluir do aleitamento 

Amamentar é direito de toda mulher e de todo bebê. Partindo desse princípio, do

Besame Mucho: a cama compartilhada faz mal ao bebê?

Se você quer um assunto polêmico para chamar de seu, basta mencionar “fazemos cama

Besame Mucho: a independência que os pais querem ver nos filhos

Em 7 de Setembro, como você já sabe, se celebra a Independência do Brasil.

Precisamos conversar sobre o choro do bebê

Em Presente para a Vida Toda, você lerá “Nós, adultos, também choramos, quando temos

Agosto Dourado, SMAM 2020 e uma reflexão de Carlos González

Primeiro de Agosto de 2020: começou o Agosto Dourado e a Semana Mundial de

Agosto Dourado e Semana Mundial do Aleitamento Materno 2020

Agosto é o mês da amamentação. São diversas as celebrações, encontros e comemorações em

10 frases: Um Presenta para a vida Toda
10 frases essenciais para a sua parentalidade do livro Um Presente para a Vida Toda

  Aqui na Editora Timo, ser pai e ser mãe é padecer na leitura mesmo.

Sobre o #MãesNaLivraria de ontem

  Impactadas pela notícia recente dos 2 jovens que entraram atirando em uma escola em

Presente para as novas Mamães

Aproveite a promoção deste mês de Maio! Dê de presente o Manual Prático de Aleitamento

Entrevista com Ana Basaglia

A entrevista a seguir foi publicada no blog “Vestida de Mãe” em 31 de

Aleitamento materno: O choro do bebê

Quem leu o livro diz: “Ainda que já tenha passado pela parte “dura” da amamentação,

Aleitamento materno: Vitaminas para o lactente

Quem leu o livro diz: “É meu primeiro filho e tinha receio com relação a

Bésame mucho: Sumário

Para quem quer saber o que irá encontrar nesta obra, eis aqui o sumário

Aleitamento materno: frequência das mamadas

Quem leu o livro diz: “Hoje informação de qualidade com evidência científica atual é escassa

“Todos os castigos são inúteis”, diz o pediatra do contra, Carlos González

Segue entrevista do Dr. Carlos González ao Observador (Portugal) em 26/05/2014 com o intuito de

Leite materno é o melhor alimento para as crianças. Mesmo as que têm intolerância à lactose.

Há uma campanha na TV sobre mães recebendo latas do Leite Ninho Zero Lactose

“Bésame mucho” em Brasília!

Pessoal de Brasília já recebeu seu lote de livros “Bésame mucho”! Boa leitura, gente,

Prólogo: Manual Prático de Aleitamento Materno

Para inaugurar o espaço do timoBlog maneira vigorosa, publicamos o prólogo da edição brasileira