Segue entrevista do Dr. Carlos González ao Observador (Portugal) em 26/05/2014 com o intuito de conhecer um pouco mais sobre o autor e pediatra.

Carlos González não é o típico pediatra. Em entrevista ao Observador, o também escritor desmistifica alguns conceitos na educação de uma criança, como “disciplina” e “limites”.

Incentiva os pais a quebrarem as regras “absurdas e falsas” e considera os castigos “inúteis”. A disciplina, por sua vez, é tida como uma “qualidade interna” e não a consequência de repreensões. Para Carlos González, as crianças devem ser tratadas com mais respeito do que os adultos: podem dormir na cama dos pais, se assim o entenderem, e não devem ser obrigadas a comer (as verduras, ao contrário do que seria de esperar, não são exceção ). Acima de tudo, têm de ser amadas.

Pegar os filhos ao colo e consolá-los quando choram são algumas das ideias defendidas pelo pediatra espanhol que, apesar de ser conhecido pela irreverência, não se acha polémico nem contra-corrente. Licenciado em medicina pela Universidade Autónoma de Barcelona, Carlos González, que está esta segunda-feira em Lisboa para uma conferência sobre amamentação, é o fundador e presidente da Asociación Catalana Pro Lactancia Materna (que defende o aleitamento materno)

Leia a entrevista completa aqui